Substância encontrada em chá verde e vinho tinto combate Alzheimer

O antioxidante EGCG é capaz de parar o ataque da proteína beta-amilóide às células do cérebro

O antioxidante EGCG é capaz de parar o ataque da proteína beta-amilóide às células do cérebro

Um forte combatente ao Alzheimer pode ser encontrado no vinho tinto e chá verde, descobriu um novo estudo publicado no Journal of Biological Chemistry. O antioxidante EGCG é capaz de parar o ataque da proteína beta-amilóide às células do cérebro. As informações são do Huffington Post.

O estudo é baseado no conhecimento de que as proteínas amiloides formam aglomerados que se conectam a células cerebrais e as destrói. A aplicação de ECGC alterou esta possibilidade de conexão com as estruturas externas. A pesquisa foi realizada em laboratório e precisa ser experimentado em humanos.

“Este é um passo importante para aumentar a nossa compreensão da causa e progressão da doença de Alzheimer”, disse o pesquisador Nigel Hooper, professor da Universidade de Buenos Aires. A descoberta foi publicada junto a um outro estudo na revista Neurology, sobre a expectativa de que o número de pessoas com Alzheimer triplique até 2050.

Atualmente não há cura para a doença de Alzheimer, embora existam alguns medicamentos que podem ajudar a evitar os problemas associados à doença.

Fonte: Terra

Artigos relacionados

Comentários