Fazer 9 refeições por dia pode ajudar a manter peso ideal

Comer nove vezes ao dia seria ideal

Comer nove vezes ao dia seria ideal

O número de refeições vêm aumentando, mas, na opinião dos cientistas, isso não significa aumento de peso, muito pelo contrário. De acordo com as mais recentes pesquisas, comer nove vezes ao dia seria o ideal, mantendo os níveis de energia e de açúcar no sangue estáveis e, consequentemente, pressão, colesterol e peso sob controle.

“Dividir o consumo de comida em várias porções por dia traz mais benefícios metabólicos do que ingerir os mesmos alimentos em um número menor de refeições”, afirmou a médica Susan Jebb, chefe da Unidade de Pesquisa em Nutrição Humana da Conselho de Pesquisa Médica, na Inglaterra, ao jornal Daily Mail.

A afirmação repercute um estudo da Faculdade Imperial, de Londres, que comparou as dietas de 2 mil pessoas de vários países, incluindo Inglaterra, Japão, China e Estados Unidos. Cientistas analisaram as pessoas divididas em dois grupos, as que comiam menos do que seis refeições por dia e as que faziam mais do que isso. Ambos consumiam a mesma quantidade de calorias, porém,  os que faziam menos refeições apresentaram maiores índices de pressão arterial alta e eram mais pesados do que os integrantes do segundo grupo.

Para verificar as primeiras descobertas, serão feitos novos levantamentos com voluntários que sofrem de pressão arterial elevada. Eles serão submetidos à uma dieta que inclui três ou nove refeições por dia e, depois, terão novamente dados sobre pressão e peso analisados. Pesquisas semelhantes comprovam que o caminho é esse mesmo. Na Universidade de Atenas, 2 mil crianças com idade entre 9 e 13 anos foram analisadas e as que faziam cinco refeições eram 32,6% menos propensas a ter taxas de colesterol elevadas.

As pequenas refeições feitas entre as principais teriam cerca de 300 calorias, equivalente a uma pequena porção de carne magra, arroz ou vegetais, por exemplo. Pesquisadores alertam, no entanto, que a regularidade no consumo dessas porções é importante para melhorar o quadro geral da saúde.

Michelle Achkar
Fonte: Terra

Artigos relacionados

Comentários